top of page

O que mais eu aprendi sobre estratégia e comunicação estudando anúncios on-line?

Atualizado: há 5 dias

Para responder bem essa pergunta preciso contar para quem não sabe: faço parte da maior "comunidade de tráfego pago" do Brasil, sou do Conversão Extrema do Tiago Tessmann.


Mas Bia você faz isso? Nop. Não é o meu foco. Eu gosto de aprender e ensino meus clientes quando necessário toda a parte de estratégia.


Estou lá por conta do networking, me manter antenada com as novidades do mercado e sobre as mudanças nas ferramentas :)

E tem uma frase que gosto muito: “Tráfego pago não cura oferta ruim” Tiago Tessmann

Tráfego Pago - leia: Gestão de Anúncios On-line.

Isso quer dizer que não é o tráfego que vai fazer você vender. E você pode até fazer um excelente anúncio, mas se a sua entrega não condiz com o que você anuncia você não irá permanecer por muito tempo no mercado.


Ou seja, vender na internet é um conjunto de ações e tarefas que devem estar na ponta da língua de quem inicia um negócio/Marca.

E tem um checklist a seguir:

  • Sites, Ecommerces, LPs e Redes Sociais muito bem configuradas;

  • Trackeamento em ordem (instalação de tags do google e pixels);

  • Comunicação Assertiva (headline, textos, descrição do produto, oferta…);

  • Fotos Lindas;

  • Design que condiz com o negócio/Marca;

  • Velocidade de Carregamento do Site;

Depois disso tudo alinhado, ae sim é hora de começar a pensar as estratégias de campanhas.


Bom tá na hora de começar a responder o porquê estudar gestão de anúncios on-line me ensinou ainda mais sobre estratégia e comunicação:

Aprendizado número 1:

Tudo começa ao entrar na comunidade, interagir, responder dúvidas e trocar experiências lá dentro já é um baita de um aprendizado com gente muito fera.

Aprender as estratégias que fazem uma comunidade ser potente:

  • dê as pessoas a liberdade de interação dentro de um padrão de regras da comunidade;

  • parabenize e premie aqueles que colaboram, interagem, geram valor e conhecimento, produzam conteúdo e fortaleçam o ciclo;

  • tenha pessoas trabalhando dentro da sua comunidade, aqueles que ficam de olho em tudo o que acontece e atuando pontualmente em cada mensagem mal intencionada;

  • permita o networking e as recomendações;

  • crie uma linguagem de pertencimento;

  • apareça sempre :)

E você terá uma comunidade de fiéis escudeiros, conteúdo atualizado tanto das ferramentas quanto das estratégias que estão sendo utilizadas in real time!

Isso não é incrível? Esse é o poder de uma comunidade trabalhando a sua marca e o seu produto!


Mas também tem algo que pra mim foi mais incrível ainda no CE, foi ter conhecido o Karl, ele se tornou um grande parceiro e que já considero um amigo. Eu diria até que ele me vende melhor que eu :) Através das indicações dele já realizei alguns projetos e sou muito grata por isso.


E recomendo também você a ir conhecer o Hostel e a Pousada que ele com a esposa Elania tem em Fortaleza: https://www.instagram.com/refugio_hostel_fortaleza/



Aprendizado número 2:

As estratégias do negócio.

Antes de sair configurando campanhas é preciso entender alguns pontos antes de avançar que são responder às seguintes perguntas sobre o negócio:

O que você vende?

Saber o que vende e o nível de consciência do seu produto / serviço na mente das pessoas, determina inclusive por qual plataforma você irá começar suas campanhas.


Vou explicar: se você vende camiseta branca, é um produto de "consciência", todo mundo sabe para que serve, como se usa e porque iria comprar uma camiseta branca. Portanto esse é um tipo de produto que muito possivelmente uma pessoa que queira comprar vá buscar na pesquisa do Google.


Agora se você vende sessões de terapias holísticas, seu serviço não é de "consciência", ou seja, seria pouco provável alguém digitar na pesquisa do Google: terapeuta barras de accesss, microfisioterapia.... entre outras terapias que eu conheço, mas o mundo não conhece. Ou seja é preciso criar desejo por esse produto/ serviço, e isso você constrói nas redes sociais.


*Importante:

  • Desenhe o seu Funil de Produto - isso vai determinar por onde seu cliente começa a jornada de compra dele;

  • Se possível, tenha um produto de ticket baixo de entrada, para que a pessoa comece a se relacionar com a sua Marca.

  • Ordene sua esteira e classifique seus produtos em: downsell, upsell, crossell e orderbump se houver.

  • Desenhe o nível de consciência para entender o que você precisa construir de comunicação para gerar desejo ou se precisa treinar seu público sobre seu produto/serviço para então ele consumir de você e que será seu Funil de Conteúdo.

  • E desenhe o seu Funil de Venda, quantas pessoas precisam ser abordadas e com quais ferramentas você irá trabalhar.


Facilitando: se você vende produtos / serviços de desejo, comece pelo produto/serviço que mais vende, e com anúncios pelo Meta = Instagram e Facebook, vale também TikTok, Pinterest e Linkedin


Se você vende produto/serviço de necessidade, mesma regra, pegue o que mais vende e comece pela pesquisa do Google.


Para quem você vende?

Homem, mulher, idade, interesses comuns, grupos comuns.

Isso não quer dizer que se você só vende para homens uma mulher não possa comprar, mas saber quem mais consome de você ajuda a ajustar a sua comunicação, cores da marca, tom de voz e gerar identificação através de simbolismos que representem a Marca, o que pode ser inclusive um embaixador / influencer real ou digital.

Por quanto você vende?

Ajuda a entender quem irá pagar pelo que você vende e também seleciona o público que você irá atender. Vai influenciar em toda comunicação visual e verbal também.


Exemplo: se você tem um produto considerado Premium, ele não deve ser anunciado na Shopee. Sabe a regrinha dos 4Ps do Marketing? Adeque seu: Preço ao Produto, a Praça (local) onde está, e verifique a Promoção que melhor se encaixa.


Um Produto de baixa qualidade não pode ser vendido por um Preço de Produto premium em um lugar premium, e vice-versa, não adianta instalar uma loja Louis Vuitton na 25 de Março só porque é um lugar de grande circulação.


Seu produto/serviço é escalável?

Responder essa pergunta é bem importante porque norteia toda a estratégia do negócio.


Como saber se é escalável: quando não existe um teto limite para vender o produto / serviço. Exemplo: um terapeuta que atende presencialmente, ele terá a limitação pelo local de atendimento e pela quantidade de horas disponíveis na agenda, sendo assim ele não tem um serviço escalável, porém se esse terapeuta decide criar um curso com aulas gravadas, terá um produto escalável sem limite de venda.


Seu produto/serviço tem entrega: Local, Regional, Brasil, Exterior?

Configurar uma campanha para venda nível Brasil quando você só entrega até 10km de onde está irá consumir verba na campanha sem gerar resultado.

A sua entrega também determina a escalabilidade de seu produto / serviço.


Como escalar um negócio de entrega local? Aqui no geral você vai expandir via Franquias. Aprendizado número 3:

Está na comunicação, e essa tem sido a minha grande descoberta e meu grande desafio devido a minha “prolixidade”.

De toda forma tive que aprender a encurtar meus textos, a ter mais clareza do que é necessário comunicar e para isso fui buscar ajuda da Cris Dantas https://instagram.com/cris_dantas.5 , com ela fiz duas vezes a Oficina de Escrita Criativa, recomendo você a procurar por ela 😁.

Voltando, todo e qualquer anúncio precisa ser claro e assertivo. No Google o texto do Título possui apenas 30 carácteres. Imagina o meu sofrimento aqui?


A melhor recomendação da vida: Uma criança de 6 anos e uma pessoa de 80 anos devem ler e entender, e se isso não acontece, seu anúncio não é bom. Simples assim.

É complexo sentar para criar anúncios, headlines, títulos e textos que convertem. E ainda não bastasse, o site ou página anunciada deve ter conteúdo semelhante ao que é inserido no anúncio.


Google e Meta verificam essas informações e conciliam se o que contém no anúncio reflete no site. E se por acaso isso não acontecer, seu anúncio terá baixa entrega porque as ferramentas entendem que você está manipulando.


Ou seja, você deve simplificar sem promessas mirabolantes.

Bom agora chegou a hora de entender que ao anunciar um produto você deve anunciar a página do produto do seu ecommerce.

Chamamos a página de produto de LP - Landing Page e deve conter:

  • Título - nome do produto.

  • Descrição - aqui peça ajuda do bard ou chatgpt. Quanto mais completa, mais chance de ranquear no Google SEO, e também no Google Shopping.

  • Medidas do produto e medidas da emabalagem

  • Detalhar para que serve, para quem é indicado…

  • Reviews - Comentários

  • Cálculo de Frete se possível na página do produto

  • Selos de Segurança

  • CNPJ

  • Manter reputação no Reclame Aqui e até link direto para essa plataforma.

A ideia é que o ecommerce transmita segurança e gere confiança no possível cliente que entrou em sua página através de um link de anúncio.


Uma LP de Serviços precisa ser construída, na minha opinião, baseado no sistema P.A.S.T.O.R. nesse link explica o que é essa metodologia, vai lá ler, https://www.instagram.com/p/CsGNfOELdh4/ , aproveita para me seguir e depois volta aqui hein!


Um site é um lugar institucional, é a sua empresa na internet, o que você quer levar pra lá?

Agora vou compartilhar o que aprendi e que pode te ajudar demais na hora de escolher a melhor plataforma:


Quais melhores plataformas para ecommerces?

  • NuvemShop - tem mais aplicativos que facilitam a venda, exemplo: contador de desconto no frete, pix parcelado, entre outras possibilidades. Tem muita gente criando aplicativos que facilitam a venda nos ecommerces e eles focam em disponibilizar esses apps para plataformas com grande número de usuários, como a nuvem, shopify, tray.

  • Shopify - como é uma plataforma mundial, não terá um olhar específico para necessidades do Brasil.

  • Tray - tem mais facilidade se você for replicar seus produtos em MarketPlaces

Vou ser bem direta aqui: se for fazer Dropshipping ou um site multi moedas, use Shopify.

Não recomendo WordPress para e-commerces devido ao grande número de plugins a serem configurados e outras cositas mais que no decorrer do ecommerce só complicam a sua vida.

Escolher uma plataforma de prateleira vai te ajudar a ganhar agilidade, imagina que os caras estão investindo uma grana no negócio deles para você performar no seu, então não tem porque ir fazer sozinha(o) e quebrar a cabeça.

Super atenção ao "checkout one-page" ou "checkout" transparente, essa implementação pode aumentar em até 30% a receita do seu e-commerce. Que significa iniciar o checkout sem cadastro prévio. Evite todo e qualquer tipo de atrito que o usuário possa encontrar em site, facilite o máximo que puder, se for necessário "desenhe".


Recomendo que ao crescer seu Ecommerce buscar: Vtex, Convert, Magento. Aqui depende da faixa de faturamento e estamos falando acima de 100k mês.


A Convert, hoje é uma plataforma para e-commerces especialista em moda, ou seja ajuda e-commerces a aumentar performance no tráfego tanto orgânico quanto no pago. O ganho em crescimento de vendas já acontece só de migrar para a plataforma. Aqui estamos falando de e-commerces acima de 100k de faturamento mês. Fale com o Gerson ou Matheus https://www.instagram.com/convertrcommerce/

E-commerces exigem outras plataformas complementares como Bling, Omie, Tiny, Melhor Envio, Kangu, Gateway de pagamento…

Recomendo: Bling ou Omie, só porque já operacionalizei as duas 😁

Kangu hoje tem o melhor valor para frete, algo que é a principal objeção de compra, então antes decidir a plataforma, verifique quais soluções elas tem integração.

Gateway… Cartpanda, também só porque já operacionalizei.

No geral eu recomendo fazer uma lista de necessidades do e-commerce para depois ir buscar a melhor plataforma que irá atender os principais requisitos listados.

E não o contrário: escolher a plataforma pelo valor mensal 🤭

Para Sites e LPs, recomendo WordPress OU Wix. Embora as pessoas falem da Wix sobre ranqueamento no Google devido ao código fonte, estou fazendo um trabalho bem legal no meu site para provar o contrário disso. Me aguardem! 😉


Ah se você quer aprender a fazer sites no WordPress, recomendo buscar a Micaela do Descomplicando Sites no YouTube. Ela é fera!!!!

Agora vem a cartada final: nesse universo de anúncios on-line, como escolher um profissional que de fato irá trazer resultado para você?

Essa é a resposta de milhões: procure alguém que esteja no Conversão Extrema, Subido do Pedro Sobral, que tenha estudado com o Adriano Gianini ou Alex Vargas, no mínimo…


Por que Bia? Porque eu entendi todos os paranaues do tráfego pago só quando entrei no Conversão e isso me fez ter clareza de quais profissionais sim e quais não… e tem gente muito ruim nesse meio.

Se for um bom profissional, de cara ele vai te dizer que não faz milagre.

Vai fazer um diagnóstico inicial, e pode ser que ele mesmo te fale se vai ser efetivo para você ou não o trabalho dele, é bem possível que também te deixe uma lição de casa.

Ele/ela não vai te atender só porque quer mais um contrato, ele/ela quer resultado também, e se verificar que com você não será possível, ele/ela não irá assumir esse compromisso com você.

Vou deixar aqui alguns nomes que gosto e confio:

Gustavo Xavier:

https://www.facebook.com/gustavo.xavier.581 o melhor em trackeamento / tags. É meu professor quando travo no trackeamento :) tráfego para ecommerces


Arthur Bazacas:


Benedito Teodoro Neto:

Victor Hugo Yoshitani:

https://www.instagram.com/victoryoshitani/ tráfego para infolançamentos


Ninna - A vovó do tráfego, mas que de vovó não tem nada :)


Agradeço ao Benedito, Karl e Arthur pelas considerações e contribuição que fizeram :)


Ah! E existem os gestores de tráfego iniciantes! Afinal ninguém nasce sabendo não é mesmo? Sim, claro existem, e se você é iniciante no seu negócio, recomendo que ambos conversem abertamente sobre como podem trabalhar e crescerem juntos.


É incrível poder oferecer a oportunidade à alguém que está começando. Aqui, no geral um gestor iniciante irá cobrar a partir de R$ 500, mês.


Informações Gerais:

Onde comprar hospedagem Wordpress: https://turbocloud.com.br/ - eles oferecem 3 plugins grátis no plano, e recomento você pegar: Elementor PRO, WP Rocket e um de Segurança.

Onde comprar domínios: https://www.godaddy.com/

Wix oferece o Domínio por 1 ano Grátis na compra de qualquer plano.

Configure: Google Meu Perfi, Analytics, Search e Adsense se necessário.

Algumas sacolinhas do instagram não são liberadas dependendo do que é vendido no ecommerce.

Diminua o tamanho das suas imagens e banners: https://tinypng.com/

Meça a velocidade do seu site / páginas: https://pagespeed.web.dev/


Aprendizado número 4:

O quarto e mais importante aprendizado, a Estratégia de Escala, e aqui foi onde eu entendi que haviam níveis de jogo. Sim existe nível, e ele basicamente está no faturamento gerado para o cliente e para si mesmo. E é imprescíndivel se colocar metas, sem elas você não vai escalar.

É também medido pelo total de investimento administrado nas plataformas. Quanto mais dinheiro investido maior o conhecimento adquirido.


Conforme você ou seu cliente vão escalando, o nível de aprendizado também aumenta. Não existe pular nível, senão o aprendizado não acontece, simples assim belezura.

E com isso você também começa a mudar a sua rede de relacionamento, porque a delícia do jogo é nadar com os tubarões pela estratégia compartilhada e mentes brilhantes que vamos conhecendo na jornada 😁

Bem vindo(a) ao jogo! E entenda NETWORKING generoso e genuíno é tudo! E vou falar um pouco mais sobre Networking e a sua evolução: o Netweaving, em próximo post.


E se você quer construir sua Marca/Negócio, é necessário saber: O que? Como? E o porquê? do seu negócio.


O caminho eu posso facilitar e encurtar para você através da Mentoria de Marca, uma jornada que inclui:

  • Planejamento Estratégico para Alinhar Marca Negócio e Comunicação;

  • Universo verbal;

  • Universo visual.


Leitura Complementar - Curiosidades sobre o universo dos anúncios on-line:


Agora vamos conhecer sobre alguns dos marcos importantes na história das campanhas de anúncios online:

  • 1994: O AltaVista lança o primeiro banner publicitário online.

  • 1996: O Google lança o AdWords, o seu serviço de publicidade online.

  • 2000: O Facebook lança o seu serviço de anúncios online.

  • 2006: O Twitter lança o seu serviço de anúncios online.

  • 2010: O Instagram lança o seu serviço de anúncios online.

  • 2020: O TikTok lança o seu serviço de anúncios online.



O que é gestão de anúncios on-line?

Gestão de anúncios online é o processo de planejar, criar e gerenciar campanhas de anúncios online. Essas campanhas são usadas para promover produtos, serviços ou marcas em plataformas online, como motores de busca, redes sociais e sites.

A gestão de anúncios online envolve uma série de tarefas, incluindo:

  • Definição de objetivos para a campanha

  • Pesquisa e análise do público-alvo

  • Criação de anúncios criativos e eficazes

  • Escolha dos canais de distribuição

  • Definição do orçamento da campanha

  • Rastreamento e análise dos resultados

Quais são as principais ferramentas por trás dos anúncios on-line?

Plataformas: As principais plataformas de anúncios incluem Google Ads, Facebook Instagram (Meta), LinkedIn, Twitter, Pinterest, Tik Tok, Taboola, Outbrain, AdNow, Bing, Youtube, Yahoo Gemini, Snapchat.

Conheça os tipos de campanhas e saiba qual a mais indicada para você:

  • Campanhas de pesquisa: As campanhas de pesquisa são veiculadas nos resultados de pesquisa do Google e de outros mecanismos de pesquisa. Objetivo: alcançar pessoas que estão procurando por produtos ou serviços - fundo de funil.

  • Campanhas de display: As campanhas de display são veiculadas em sites, aplicativos e outros canais online. Objetivo: alcançar um público mais amplo, incluindo pessoas que não estão necessariamente procurando por produtos ou serviços - meio de funil.

  • Campanhas de vídeo: As campanhas de vídeo são veiculadas em sites de streaming de vídeo, como o YouTube. Objetivo: Branding, contar histórias e criar conexões emocionais com seu público - meio de funil.

  • Campanhas de redes sociais: As campanhas de redes sociais são veiculadas em plataformas como o Facebook, Instagram, Twitter e LinkedIn. Objetivo: gerar desejo e conectar com seu público-alvo em um nível pessoal - meio de funil.

  • Campanhas de remarketing: As campanhas de remarketing são veiculadas para pessoas que já visitaram seu site ou aplicativo. Objetivo: lembrar às pessoas sobre seus produtos ou serviços e incentivar as conversões.


Cuidado com o que não pode ser anunciado na internet:

  • Produtos ou serviços ilegais: Como drogas, armas, pornografia e outros produtos ou serviços proibidos por lei.

  • Produtos ou serviços perigosos: Como produtos químicos tóxicos, armas de fogo e outros produtos ou serviços que podem causar danos físicos ou mentais.

  • Produtos ou serviços enganosos: Como produtos ou serviços que fazem alegações falsas ou enganosas sobre sua eficácia ou segurança.

  • Produtos ou serviços que discriminam: Como produtos ou serviços que discriminam pessoas com base em sua raça, religião, sexo, orientação sexual ou outros fatores protegidos por lei.

  • Produtos ou serviços que são prejudiciais ao público: Como produtos ou serviços que promovem violência, ódio ou outros comportamentos prejudiciais.


Existem produtos e serviços que no universo do Marketing Digital são classificados como NICHO BLACK, estão inclusos produtos de emagrecimento, encapsulados, financeiros sendo: Produtos eróticos; Itens para aumentar a libido de homens e mulheres; Produtos para emagrecer, suplementos alimentares; Itens para combater a ejaculação precoce e disfunções sexuais; Produtos que garantem crescimento capilar ou acabar com a queda de cabelo; Os produtos com promessas apelativas como “perca 5 kg em uma semana”; E produtos que prometem crescimento financeiro ou ganho de seguidores nas redes sociais

A Estratégia utilizada para driblar e não bloquear as contas de anúncios é fazer contingência de contas, ter perfis "farmados" e criar pré-página de venda chamada Pressel que levará a pessoa a comprar o produto "com restrições de anunciar" na próxima página. Grandes players do mercado que hoje ensinam Marketing Digital, começaram vendendo esses produtos como Produtores / Afiliados. Muito bem, não é o meu objetivo ensinar Black até porque não sei muita coisa 🤭.


Mantenha seu acesso sempre pelo Google Chrome para suas contas de redes sociais e Google. Evite utilizar IPs diferentes, se for viajar ou fazer trabalhos fora da sua casa, utilize seus dados celulares para acessar em seu computador caso for ver ou gerenciar campanhas.


Aproveito para encerrar por aqui.

Me conta o que aprendeu de mais importante com esse Artigo aqui nos comentários.


Até mais!












1 Comment


Júlio Bertanha
Júlio Bertanha
há 6 dias

Caramba Bia. Esse Conteúdo aqui é muito "FODA". Não apenas quem está começando mais quem busca um conteúdo de qualidade sobre o mundo on-line de vendas e marketing, esse conteúdo é fantastico, com dicas preciosas de onde encontrar, o que seguir, o que escolher. Achei di mais, inclusive já peguei algumas dicas aqui para aplicar na minha empresa. Parabéns pelo trabalho. Excepcional.

Like
bottom of page